Novidades Fibratec

Postado em 11 de Maio às 10h20

É preciso repensar os modelos de prestação de serviço de saneamento

Mais de dez anos após a Lei do Saneamento Básico entrar em vigor no Brasil, em 2007, metade da população do país continua sem acesso a sistemas de esgotamento sanitário. O acesso da população à coleta de esgoto passou de 42% para 52% e o de abastecimento de água passou de 81% para 83%. Esta lenta evolução suscita um diálogo transparente sobre os modelos atuais de prestação de serviços, a fim de identificar barreiras e construir novas oportunidades que garantam a aceleração do acesso aos serviços e alcance das metas de universalização.

Fonte: http://somosmaissaneamento.com.br/mensagem3/

Veja também

Saneamento avança, mas Brasil ainda joga 55% do esgoto que coleta na natureza, diz estudo18/04 Apenas 45% do esgoto gerado no Brasil passa por tratamento. Isso quer dizer que os outros 55% são despejados diretamente na natureza, o que corresponde a 5,2 bilhões de metros cúbicos por ano ou quase 6 mil piscinas olímpicas de esgoto por dia. É o que aponta um novo estudo do Instituto Trata Brasil obtido pelo G1 e que será divulgado nesta quarta-feira (18). O estudo......
Fibratec Engenharia recebe prêmio Destaque Sustentável na Fenasan 201824/09 A Fibratec Engenharia participou da Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente - FENASAN 2018, nos dias 18 a 20/09 e durante o encerramento do evento recebeu o prêmio ?Destaque Sustentável? no quesito sustentabilidade. A placa de homenagem fechou com chave......

Voltar para (NOTÍCIAS)