Novidades Fibratec

Postado em 11 de Maio de 2018 às 10h20

É preciso repensar os modelos de prestação de serviço de saneamento

Mais de dez anos após a Lei do Saneamento Básico entrar em vigor no Brasil, em 2007, metade da população do país continua sem acesso a sistemas de esgotamento sanitário. O acesso da população à coleta de esgoto passou de 42% para 52% e o de abastecimento de água passou de 81% para 83%. Esta lenta evolução suscita um diálogo transparente sobre os modelos atuais de prestação de serviços, a fim de identificar barreiras e construir novas oportunidades que garantam a aceleração do acesso aos serviços e alcance das metas de universalização.

Fonte: http://somosmaissaneamento.com.br/mensagem3/

Veja também

Todos têm direito à água segura e ao esgotamento sanitário adequado, e todos têm o dever de defender e preservar a água para as presentes e futuras gerações11/04/18 Reconhecidos como direito humano desde 2010 pela ONU, a água potável segura e o esgotamento sanitário adequado são fundamentais para a redução da pobreza, das desigualdades e para o atingimento de todos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS´s). Porém, não podemos esquecer que, além de cobrar para que este direito seja uma......
Outubro Rosa - Cuide-se02/10/18 O diagnóstico precoce é a melhor forma de curar os casos de câncer de mama, por isso não deixe pra amanhã, cuide hoje mesmo da sua saúde! #OutubroRosa #Prevenção #FibratecEngenharia Para ativar o......
Estiagem que assola o país adverte sobre alternativas para economia de água16/02/15Cisternas, filtros de água da chuva e produção de água de reuso são algumas das soluções para o problema A atual crise hídrica que atinge o país é a pior dos últimos 84 anos*, data em que se iniciaram os registros meteorológicos. Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, no Sudeste, são os mais......

Voltar para (NOTÍCIAS)