Novidades Fibratec

Postado em 11 de Maio de 2018 às 10h20

É preciso repensar os modelos de prestação de serviço de saneamento

Mais de dez anos após a Lei do Saneamento Básico entrar em vigor no Brasil, em 2007, metade da população do país continua sem acesso a sistemas de esgotamento sanitário. O acesso da população à coleta de esgoto passou de 42% para 52% e o de abastecimento de água passou de 81% para 83%. Esta lenta evolução suscita um diálogo transparente sobre os modelos atuais de prestação de serviços, a fim de identificar barreiras e construir novas oportunidades que garantam a aceleração do acesso aos serviços e alcance das metas de universalização.

Fonte: http://somosmaissaneamento.com.br/mensagem3/

Veja também

Brasil precisa dobrar obras de saneamento para atingir meta, diz Banco Mundial16/04/19 O Brasil precisa duplicar o investimento em água e esgoto nos próximos anos para atender às necessidades de universalização do serviço de saneamento. E, para isso, precisará criar novas formas de financiamento para o setor, com a inclusão da iniciativa privada e o aumento das tarifas. A afirmação foi feita nesta quinta-feira (11) pelo especialista......
Caixa Separadora de Água e Óleo Fibratec Engenharia27/05/19 Um produto desenvolvido para combater os problemas ambientais causados pelo despejo incorreto de água poluída misturada a óleo. O efluente sai do sistema praticamente isento da fração oleosa, podendo ser descartado na rede coletora indicada pelos órgãos......

Voltar para (NOTÍCIAS)